Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Gato Vadio, em 27.09.13

Outono

photo.jpg

 

A brisa da manhã refresca de energia e, com a mesma melancolia com que pinta o céu de branco e molha tudo, vai soltando as folhas das árvores que gostam de chegar nuas ao Inverno.


E eu, gato controverso que tanto passeia a descoberto na chuva miúda e fria como se enrosca quase a tocar o lume, só fico com pena dos dias cederem tanto espaço às noites.

 

Nunca temos tudo, porque tudo é o lado de dentro e o lado de fora, e quem fica no meio com a porta aberta, convencido de ter tudo, tem, afinal, nada.

 

Talvez por isso considere o encurtar dos dias o pagamento pela magia do Outono, embora já ache o negócio menos justo no Inverno que sempre exaspera em Fevereiro.

 

Mas esta manhã de ventinho fresco e chuva miudinha, parece apenas empenhada em refrescar e começar a despir as árvores. E sabe mesmo bem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Arquivo:

10:19


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



 



Subscrever

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Condomínio


Gato Vadio

Erva Daninha

a Teresa

Há gatos a patrulhar o prédio, mas apenas o vadio sobe ao telhado. Temos ervas daninhas, claro, mas a chefe é uma flor de estufa. A pôr ordem nisto tudo, uma humana fraquinha, que não sabe sequer apanhar uma mosca.